Ir para o conteúdo

quarta-feira, 24 de abril de 2024

Notícias

Diarista tem CPF bloqueado após prestar serviço em empresa

A senhora I.A.M.S., 52 anos, se dirigiu até a delegacia e em relato ela afirmou que pelo período de, aproximadamente, um ano ela trabalhou como diarista para uma pessoa a quem ela identificou como “Marcelo”, e que ela recebia a quantia mensal de R$250,00, para limpar o escritório.
Ocorre que a declarante foi abrir uma conta salário no banco e então tomou conhecimento que seu CPF se encontra bloqueado.

Em razão disso ela foi até a Receita Federal e tomou conhecimento de que a empresa de “Marcelo” declarou que pagou a ela a quantia de R$27.448,06 anual.

Ao final a vítima ressaltou na delegacia que não trabalhou registrada e que desconhece os rendimentos que foram declarados, sendo o caso registrado e encaminhado ao setor competente.

Compartilhe: