Ir para o conteúdo

domingo, 14 de agosto de 2022

Notícias

Desentendimento, agressão e desacato envolvendo agente de trânsito e outras duas pessoas

O agente de trânsito S.M.P.J., 53 anos, foi até a delegacia e informou que por volta das 9h45, ele estava no exercício de suas funções, quando, por razões a serem esclarecidos, acabou tendo um desentendimento com a senhora M.P.M., 54 anos, a qual se alterou e passou a agredi-lo com unhadas, lesionando-o na face, e então, segundo o declarante, para se defender, ele a empurrou.
Ocorre que em seguida a mulher foi até um veículo Gol e chamou o R.M.M.S., 23 anos, o qual ameaçou arremessar um tijolo contra o agente de trânsito, bem como ainda proferiu diversas ofensas e xingamentos, e então, para evitar problemas, o agente foi embora.
Já na delegacia, durante a elaboração da ocorrência, chegaram a senhora M.P.M. e o R.M.M.S., e eles negaram as agressões junto ao agente de trânsito, tendo a mulher afirmado que foi ele quem a empurrou sem motivo e que se filho, R.M.M.S., ao ver a situação, foi em sua defesa na posse de uma pedra, mas não chegou a arremessar o objeto.
Em seu relato o R.M.M.S., informou que sua mãe, em nenhum momento agrediu o agente de trânsito, tendo ele a empurrado primeiro, momento em que ele correu para ajudá-la, pegando uma pedra e ficando nervoso, mas não chegou a arremessar o objeto.
Foram realizadas as oitivas em declaração das partes e todos foram liberados mediante assinatura em Termo de Compromisso.

Compartilhe: