Ir para o conteúdo

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Notícias

Desempregado agride esposa, ela se defende com uma facada e ele é preso por violência doméstica

O desempregado A.R.C.S. 30 anos, morador no bairro Luís Spina, foi preso pelo crime de violência doméstica, dano e ameaça, sendo relatado pelo cabo Paulino e soldado J. Cássio, que eles foram acionados a comparecerem até a UPA para prestarem atendimento a uma ocorrência onde uma pessoa havia sido atingido com uma facada no tórax.
No hospital os policiais mantiveram contato com uma médica, a qual informou que a vítima tinha dado entrada naquele local com ferimento no tórax, sendo ele identificado como A.R.C.S., e ele havia informado que havia se esfaqueado e não informava se existia um autor da facada.
Os policiais não conseguiram falar com o homem, pois ele estava inconsciente e recebendo atendimento médico, sendo registrado apenas os seus dados, porém, durante os trabalhos dos policiais chegou a informação de que havia sido lançado no sistema uma ocorrência de Lesão Corporal/ Dano/Violência Doméstica, tendo como vítima a M.A.R., mulher, 42 anos, moradora no bairro Luís Spina.
Os Policiais então encerraram a ocorrência no hospital e em seguida foram até o Condomínio Florenza, bloco 7, conjunto Luís Spina, onde mantiveram contato com a mulher, que em relato afirmou que havia sido agredida por seu companheiro, A.R.C.S., e que durante a agressão que estava sofrendo, ela apoderou-se de uma faca que estava no chão da sala e desferiu um golpe no peito do agressor.
Os policiais então ingressaram ao apartamento e constataram que o imóvel estava todo destruído, pois, em um momento de fúria o homem teria quebrado a porta da sala, porta dos quartos, mesa da sala, estando a casa com vários objetos no chão.
A mulher ainda informou aos policiais que havia colocado o homem para fora de casa e ele não aceitou a situação e começou a quebrar toda a casa, vindo a lhe agredir com um carrinho de bebê e quando ela foi se defender com acabou lesionando a mão, vindo a pegar a faca e golpeá-lo sem a intenção de matá-lo.
Após colher todas as informações junto a mulher, os policiais mantiveram contato na UPA e a médica informou que o homem havia sido transferido para a Santa, tendo os Militares, Alonso e Sinomar ido até a Santa Casa onde foram informados que o paciente havia passado por curativos e já estava liberado, sendo ele apresentado na delegacia, onde ele teve a prisão ratificada, sendo levado para a cadeia da cidade de Colina, onde permaneceu preso.

Compartilhe: