Ir para o conteúdo

sábado, 13 de abril de 2024

Notícias

DAEE retira 1.600 caminhões de resíduos de rios em Barretos

O DAEE, órgão regulador dos recursos hídricos do Estado de São Paulo, finalizou os serviços de retirada de resíduos (desassoreamento) e revitalização em dois cursos d’água na cidade de Barretos: o Ribeirão das Pitangueiras e o Córrego Aleixo. Os trabalhos foram realizados por meio do Programa Rios Vivos, com objetivo de melhorar as condições a água e criar ambientes mais agradáveis para os moradores da região.

No Córrego Aleixo, os serviços iniciados em dezembro de 2023 foram realizados por 90 dias, abrangendo um trecho de 716 metros de extensão. A ação retirou aproximadamente 19,8 mil m³ de sedimentos, o equivalente a 1.400 caminhões basculantes cheios (14 m³).

Dois dias após o início do desassoreamento no Córrego Aleixo, os trabalhos foram iniciados no Ribeirão das Pitangueiras, num trecho de 262 metros do corpo d’água, onde foram retirados cerca de 2,2 mil m³ de sedimentos – ou seja, mais 157 caminhões basculantes lotados de resíduos. Ou seja, o DAEE retirou quase 1.600 caminhões lotados de resíduos de dentro dos dois cursos d’água.

Neste ciclo 2023/2024 do Programa Rios Vivos, os investimentos na Bacia Hidrográfica do Pardo Grande chegam a R$ 4,4 milhões, visando a revitalização de rios nos municípios de Barretos (Ribeirão das Pitangueiras e Córrego Aleixo), Guatapará (Córrego Mombuca), Rincão (Córrego Carangola), Santa Cruz das Palmeiras (Córrego do Pessegueiro), São Simão (Córrego São Simão) e Tambaú (Ribeirão da Arrependida). Ao todo, já foram removidos 61,4 mil m³ de sedimentos nessa região, o equivalente a aproximadamente 4.400 caminhões basculantes.

Compartilhe: