Ir para o conteúdo

quarta-feira, 04 de agosto de 2021

Notícias

Crise gerada pela pandemia fez crescer em 5% o número de barretenses cadastrados no Bolsa Família

A crise financeira gerada pela pandemia do coronavírus, com demissões de trabalhadores e fechamento de atividades consideradas não essenciais, provocou aumento das famílias barretenses que se inscreveram no Programa Bolsa Família (PBF).
Segundo o ministério da Cidadania, que administra o programa, no ano passado, 3.222 famílias da cidade receberam o benefício, 4,8% de aumento em relação a 2019, com acréscimo de 148 cadastros. O pico ocorreu em 2006, quando 4.149 famílias se cadastraram no Programa. A quantidade também é a maior dos últimos cinco anos.
Ainda segundo o ministério da Cidadania, em março, havia 3.265 famílias beneficiárias do PBF, sendo 9.353 pessoas diretamente beneficiadas pelo Programa.
No mês de março de 2021, foram transferidos R$ 627.704,00 às famílias do Programa no município, e o benefício médio repassado foi de R$ 192,25 por família.
O PBF É um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza.

Bolsa Família

Ano       Famílias
2020       3.222
2019       3.074
2018       3.081
2017       2.785
2016       3.010

Fonte: Ministério da Cidadania

Compartilhe: