Ir para o conteúdo

sábado, 15 de junho de 2024

Notícias

Covid-19 é associada a maior risco de pressão alta, segundo estudo

Quando se trata de desenvolver pressão alta, a Covid-19 pode desempenhar um papel descomunal, diz um novo estudo publicado na segunda-feira (21) na revista médica Hypertension, que descobriu que mais de 1 em cada 5 pacientes hospitalizados com Covid-19 – e mais de 1 em cada 10 que não foram hospitalizados – tiveram diagnóstico de pressão alta seis meses depois. Em comparação com pessoas que tiveram influenza, outro vírus respiratório, as pessoas hospitalizadas com Covid-19 tiveram duas vezes mais chances de desenvolver hipertensão.
De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, a pressão alta, também conhecida como hipertensão, aumenta o risco de doenças cardíacas e derrames, as principais causas de morte nos Estados Unidos. Quase metade dos adultos no país tem hipertensão e, em 2021, diz o CDC, causou quase 700 mil mortes nos Estados Unidos.

Compartilhe: