terça-feira, 22 de setembro de 2020

Notícias

Conselho Tutelar já registrou mais de 10 casos de abuso e conselheiras estão preocupadas com abusos na pandemia

O dia 18 de maio, é Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Atualmente, em todo o Brasil já foram registrados 140 mil casos de abusos sexual, com mais de 10 deles registrados em Barretos, segundo levantando do Conselho Tutelar, nos meses de janeiro e fevereiro.
Ontem, ao contrário dos últimos anos, não foram realizadas atividades de alerta na data, em virtude da pandemia de coronavírus (Covid-19). Porém, o Conselho Tutelar de Barretos, através de suas cinco conselheiras tutelares demonstrou preocupação com a questão, porque no período de aulas, muitos casos de abusos e violência sexual são descobertos nas escolas, com os estudantes revelando para os professores e demais profissionais da educação. “O que estamos conversando aqui com as demais conselheiras é sobre essa questão,se os estudantes estão nas escolas, podem conversar com outras pessoas, as denúncias chegam. Agora, com essa necessidade da pandemia, tanto o violador e o violado estão em casa, e estamos sem denúncias, inclusive pode estar ocorrendo o abuso com mais intensidade”, afirmou Rosangela.
Segundo a conselheira tutelar, Rosangela Carvalho, o Conselho Tutelar mantém o atendimento normal na sede na rua 32 entre as avenidas 19 e 21, no centro. “As crianças que estão sendo violadas, elas passam a ter um comportamento mais quietas, ficam tentando se isolar, diminuem a vontade de estudar e tem um comportamento diferente diante da pessoa que pratica o abuso. Esse é um mau que atinge muitas crianças em Barretos”, afirmou.

Compartilhe: