sábado, 28 de novembro de 2020

Notícias

Com repasses de quase 18 milhões, Prefeitura não foi comunicada sobre mudanças na enfermaria da Santa Casa

A Prefeitura de Barretos informou na tarde de ontem (8), que não foi comunicada oficialmente sobre mudanças no atendimento e internação de pacientes em tratamento de Covid-19 pela Santa Casa de Misericórdia. Em nota, a Prefeitura informou que já realizou repasses para que o hospital adquirisse equipamentos e sem contar os repasses mensais de custeio. “Desde o início da pandemia, em março, até este início de outubro, a Santa Casa de Misericórdia de Barretos e o Hospital Nossa Senhora receberam da Prefeitura Municipal o valor de R$ 17.885.847,46 para o enfrentamento dos casos de Covid. Assim como tem pago o valor contratado com o Hospital Nossa Senhora por 50 leitos de UTI, mesmo que nem todos estejam em utilização, o valor cheio vem sendo pago. Portanto, a relação financeira entre a Prefeitura de Barretos, a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital Nossa Senhora corre dentro dos parâmetros acordados entre as partes, sem margem de motivação de interrupção ou diminuição do atendimento a população. A comprovação de qualquer paciente sem atendimento na instituição é, certamente, motivo para denúncia junto ao Ministério Público.”, finaliza.
O Hospital de Amor, foi procurado e não se manifestou sobre o assunto até o fechamento desta edição.

Compartilhe: