quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias

Com pandemia, cai bruscamente atendimento dos despachantes

Desde que teve início o isolamento social com a pandemia do coronavírus, com a divulgação dos Decretos Estadual e Municipal, um dos setores mais afetados da economia é de despachantes de veículos. Há exatamente 60 dias, com o fechamento do Detran.SP, os profissionais desse setor deixaram de atender os seus clientes em praticamente 100%, sem poder fazer a transferência de veículos, licenciamento e renovação de CNH (Carteira Nacional de Habilitação).
Segundo o proprietário de escritório de despachante, Marco Maciel, há quase 60 dias não consegue exercer as suas atividades devido ao fechamento do Detran.SP, e somente agora que o Governo Estadual liberou o licenciamento digital. “Só o licenciamento digital que estamos conseguindo fazer, enquanto que a transferência e renovação não faz mais nada. A gente depende desses serviços para sobreviver, as despesas continuam e se continuar o Detran fechado vai fechar muitos escritórios, como vamos trabalhar”, afirmou.
Há 40 anos, atuando na área, o despachante Marco Maciel, afirmou que após o Poupatempo já caiu 50% dos escritórios, e orienta os proprietários a regularizarem a documentação, porque se for pego em blitz ou se envolver em acidentes, poderão ter o veículo recolhido.

Compartilhe: