Ir para o conteúdo

quarta-feira, 24 de abril de 2024

Notícias

Cartório realiza recontagem dos votos após vereadores de Colômbia perderem mandatos

Nesta quarta-feira (20), o cartório eleitoral de Barretos procedeu com a recontagem dos votos das Eleições de 2020, após a perda de mandato dos quatro vereadores do partido Republicanos de Colômbia. Esta decisão foi tomada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devido à constatação de candidaturas fictícias no partido.

Os vereadores Aparecido Daniel Pimenta (conhecido como Dá Pimenta), Geraldo dos Reis (Geraldinho), Diogo Silva Zaggo e Ricardo Alves Palmeira (Ricardinho) foram destituídos de seus mandatos pela decisão do TSE, que identificou irregularidades na composição da chapa em relação à cota de gênero. Como resultado, os suplentes não assumiram, tornando necessária a recontagem dos votos das últimas eleições municipais, visto que todos os votos do partido foram anulados.

O partido Republicanos alegou ter interposto recurso contra a decisão, tendo passado pela primeira e segunda instância. Sobre a alegação de possível fraude na cota de gênero, o partido afirmou que uma das candidatas, que obteve três votos, comprovou ter realizado campanha, além de ter prestado contas de suas despesas eleitorais.

A lei das cotas de gênero garante 30% das candidaturas dos partidos para as mulheres, previsto na Lei das Eleições (artigo 10, parágrafo 3º da Lei nº 9.504/97).

Após a recontagem, supervisionada pelo juiz eleitoral Luiz Antonio Dela Marta, os novos ocupantes das cadeiras na casa legislativa colombiense são Arnaldo Silvio Romani Junior, que recebeu 81 votos nas eleições, Kelli Cristina de Souza Zazenon, com 74 votos, Tatiana Togo Camilo, com 57 votos, e Wesley Rodrigues da Silva, que recebeu 49 votos nas últimas eleições.

 

Foto: Portal Notícias Colômbia/SP

Compartilhe: