segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Notícias

Caixa mantém pagamento emergencial do FGTS

Mesmo com o fim da validade da Medida Provisória 946, que permitiu o saque emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), a Caixa Econômica Federal garantiu que vai manter o calendário de saque do benefício.
A decisão de não votar a MP 946 foi tomada pela base de apoio do governo no Legislativo depois do texto ter sido alterado pelo Senado, que ampliou a movimentação da totalidade dos recursos da conta vinculada ao FGTS pelo trabalhador que tenha pedido demissão ou sido demitido sem justa causa, entre outras flexibilizações.
Com isso, pelos cálculos do Ministério da Economia, haveria um impacto adicional de R$ 120 bilhões no fundo, cujos recursos são a principal fonte de financiamento da casa própria no país.
Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de trabalhadores. Pelas regras originais da MP que perdeu a validade na terça-feira, dia 4, o valor do saque é de até R$ 1.045.
Até o momento, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a junho. A liberação para os nascidos em julho será na segunda-feira, dia 10.
No sábado, dia 8, os beneficiários nascidos em fevereiro terão o saque em dinheiro liberado.

Compartilhe: