Ir para o conteúdo

segunda-feira, 15 de abril de 2024

Notícias

Brasil tem mais faculdades de Direito do que todos os países juntos

Presidente da OAB/SP enfatiza sobre priorizar qualidade dos cursos em entrevista ao JBR

O Brasil tem mais faculdades de Direito do que todos os países no mundo, juntos. Existem 1.240 cursos superiores para a formação de advogados em território nacional enquanto no resto do planeta a soma chega a 1.100 universidades. Os números foram informados por Jefferson Kravchychyn, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Em entrevista exclusiva ao JBR, a presidente da OAB/SP, Patricia Vanzolini, afirmou que o grande problema não é o número, é a qualidade do ensino que está sendo prestado. “O fato de haver muitas faculdades é positivo por um lado, pois significa que mais gente está tendo acesso ao ensino superior, mas o que de fato o MEC (Ministério da Educação) precisa fazer é fiscalizar a qualidade desses cursos que estão sendo abertos para que não haja um ‘estelionato’ nas faculdades de Direito, no sentido de acabar colocando no mercado, bacharéis que não conseguem passar no ensino de ordem, evoluir na carreira”, explicou Patricia.

A advogada, esclareceu que, “a OAB não tem poder de veto em relação as faculdades, esse poder é apenas do MEC. O que nós fazemos é prestar uma opinião sobre os cursos que nós achamos que devem ou não devem ser abertos”, disse.

Para garantir a qualidade dos formandos, ela explicou que “o Exame de Ordem cumpre um determinado papel, mas mais do que isso, a OAB precisa chamar para si a responsabilidade de melhorar a qualificação dos profissionais e isso nós fazemos através da Escola Superior da Advocacia (ESA)”, informou.

“A ESA tem que ser democrática, aberta a todos e acessível, para permitir que aquele recém-formado possa realmente alcançar qualificação profissional para desempenhar um bom trabalho”, finalizou a presidente.

Compartilhe: