Ir para o conteúdo

quarta-feira, 24 de abril de 2024

Notícias

Barretos tem a maior taxa de vacinação contra o HPV da macrorregião

Apesar de 90% das mulheres que entram em contato com o vírus do HPV eliminarem ele espontaneamente, o câncer de colo do útero ainda é o terceiro tipo mais diagnosticado entre mulheres no Brasil. Além disso, ele também pode ser evitado através da vacinação, disponível tanto para meninas quanto para meninos.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), cada ano entre 2023 e 2025 são esperados 17 mil novos casos diagnosticados no Brasil. Enquanto isso, a cobertura vacinal do HPV segue abaixo do esperado para que a doença seja erradicada do território nacional.

Entre as três maiores cidades da macrorregião de Ribeirão Preto, Barretos é a que possui maior taxa de vacinação. A cobertura vacinal entre as meninas na cidade atinge 89%, na 1ª dose, e 71,6%, na segunda dose. Entre os meninos, a cobertura na 1ª dose é de 72%, e de 50,7%, na segunda.  Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde.

De acordo com o coordenador do Programa de Prevenção de Câncer Ginecológico do Hospital de Amor de Barretos, Júlio César Possati Resende, é importante que a cobertura vacinal do HPV alcance ou ultrapasse 80% nos municípios para que, daqui 10, 15 anos, haja um bom resultado.

Compartilhe: