Ir para o conteúdo

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Notícias

APPP e APEOESP não aprovam termo de responsabilidade para volta às aulas

O presidente da APPP (Associação de Participação Popular na Política), Célio Geraldo de Almeida, repudiou as normas da Secretaria Municipal de Educação, que exigiu que fosse assinado um termo de responsabilidade de retorno as aulas presenciais na Rede Municipal de Ensino. Para ele, a medida trata-se de uma transferência de responsabilidade para os pais ou responsáveis pelos alunos. “É uma responsabilidade muito grande para arcar sobre os ombros do nosso povo. Essa responsabilidade é total do ente público”, afirmou Célio.
Já o coordenador da APEOESP de Barretos, Dorival Aparecido da Silva, afirmou que a categoria considera o retorno das aulas presenciais preocupante neste momento de agravamento da pandemia. “Em especial em Barretos onde os índices de ocupação dos leitos de UTI estão em 100%. A Prefeitura tenta tirar a responsabilidade em caso de contaminação, fazendo que os pais assuma qualquer risco”, afirmou Dorival.
Segundo o dirigente, a APEOESP já ganhou uma ação que proíbe a abertura das escolas em todo o Estado.

Compartilhe: