Ir para o conteúdo

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Notícias

Aposentado registra queixa de apropriação indébita contra advogado

O aposentado C.A.M., 57 anos, foi até a delegacia e informou ter sido vítima de apropriação indébita praticada por um advogado o qual ele havia contratado.
De acordo com o aposentado, ele possui duas ações de Danos morais já julgadas, e que o advogado responsável pelas mesmas não lhe repassou o dinheiro que teria por direito receber, guardando para ele parte substanciosa dos valores.
Ainda de acordo com o aposentado, ele foi orientado na Defensoria Pública a providenciar junto ao Fórum todos os documentos comprobatórios de que o advogado já teria recebido o valor das mencionadas ações, sendo ainda informado pelo declarante que o advogado recebeu em uma das ações em processo na 2ª Vara Cível da Comarca de Barretos, o valor total de R$10.000,00, dos quais a vítima alega, mediante um cálculo efetuado no Fórum e que foi apresentado na delegacia, que teria que receber a quantia de R$7.157,93 e teria recebido apenas o valor de R$5.842,00, restando, portanto, o valor aproximado de R$1.315,00.
De outra ação, referente a um processo da 2ª Vara Cível da Comarca de Barretos, a vítima alega que ficou estabelecida a quantia de R$12.788, 19, valor este que teria sido repassado ao advogado, que nada teria repassado a vítima.
Foram apresentadas pela vítima cópias dos documentos e o caso encaminhado ao setor competente.

Compartilhe: