Ir para o conteúdo

domingo, 20 de junho de 2021

Notícias

Após vencer a Covid, farmacêutica comemora o Dia das Mães com a família

A barretense Lívia Dorigan dos Santos Pacheco, 35 anos, tem motivos de sobras para comemorar hoje o Dia das Mães, ao lado do filho Benício e do esposo Vinicius. Após 21 dias internada no Hospital São Jorge, sendo sete deles intubada para tratamento da Covid-19 e enfrentando ainda sequelas da doença, inclusive com procedimento cirúrgico, a barretense relatou que passou por dias muitos difíceis. “Quando ouvi do médico que precisaria intubar, foi como receber um soco no estomago é um medo muito grande e no meu pensamento só tinha o meu filho. Perdi minha mãe em fevereiro, uma semana após já estava internada e 10 dias após estava intubada, e foi um baque muito grande para toda família”, afirmou Lívia.
Após vencer a Covid-19, a barretense Lívia Pacheco, afirmou que esse Dia das Mães tem um significado especial, porque vai ter um novo significado para a minha vida, principalmente de gratidão a Deus, relatando que tem muita fé e por ser católica. “Eu só pedi pra Deus que tomasse conta de tudo e que estava entregando a minha vida em suas mãos, e senti uma paz muito grande, e disse ao Dr. Jorge Rezeck que poderia me intubar e tudo terminou bem”, ressaltou.
Recuperada, Livia comemora hoje o seu primeiro Dia das Mães após vencer a doença, e disse que louva a Deus por estar tendo essa oportunidade. “Mesmo muito triste de ser o primeiro Dia das Mães de não ter a minha mãe junto comigo, eu só tenho que agradecer a Deus pelo dom da minha vida, de estar curada e poder passar esse Dia da Mães em casa com a minha família”, agradeceu Lívia.
Segundo ela, após todos esses momentos de dificuldades, passei a dizer mais a todos da minha família que amo eles. “A vida é muito curta e este vírus está ai para mostrar que somos muito fracos, mas milagres acontecem e o dom da minha vida é um milagre”, finalizou.

Compartilhe: