Ir para o conteúdo

domingo, 19 de setembro de 2021

Notícias

Após tentar fuga, servente é preso traficando cocaína no Barretos II

Morador no bairro Santa Helena, o servente M.P.G., 22 anos, foi preso pelo tenente Ricobello e soldado Wanderson, pelo crime de tráfico de drogas, sendo informado pelos policiais que realizavam policiamento preventivo e ostensivo de rotina, pela Rua Nicomedes de Oliveira Mafra, sentido “Matinhas do Barretos II”, local conhecido pela traficância, quando visualizaram o indiciado na calçada, estando ele em atitude suspeita, ficou extremamente nervoso com a presença policial.
Em razão disso os policiais deliberaram pela abordagem e quando se aproximaram com a viatura, de imediato, o rapaz empreendeu fuga a pé, cruzando a via em frente a viatura e nesse momento, os policiais avistaram que ele trazia em suas mãos um saco plástico, sendo feito o acompanhamento.
O indiciado pulou o muro de uma residência e em seguida subiu no telhado da casa, fugindo para a Rua Cândido José de Paula, porém, em nenhum momento ele foi perdido de vista pelos policiais, que realizaram cerco policiais e conseguiram fazer a abordagem do indigitado na rua referida.
Em revista pessoal foi encontrada a quantia de R$147,00 em notas diversas e em seguida os policiais retornaram ao local que havia sido dispensada a sacola e verificaram que em seu interior havia 52 pinos com cocaína e uma porção de maconha já embalada para o comércio. Indagado a respeito dos objetos encontrados, o indiciado confessou que estava realizando tráfico e já havia sido preso anteriormente pela prática do mesmo crime, sendo dada a ele voz de prisão.
Na delegacia, em seu relato o servente disse que estava no local dos fatos com sua esposa e que carregava consigo apenas maconha para o seu uso pessoal, informando ainda, que saiu da cadeia há pouco tempo e por isso ao avistar os policiais, decidiu fugir e subir os telhados nas casas, negando ser o proprietário das porções de cocaína, e que possuía, aproximadamente, R$130,00 oriundo do trabalho de ajudante de pedreiro.
Após tomar conhecimento dos fatos foi determinado pelo delegado que a droga e o dinheiro fossem apreendidos, sendo o indiciado levado para a cadeia da cidade de Colina, onde permaneceu preso e a disposição da Justiça.

Compartilhe: