sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Notícias

Após desentendimento, desempregado é preso com mais de meio quilo de cocaína, arma e munições

Os Policiais Militares, cabos Borges e Fermino, prenderam o desempregado P.P.S., 54 anos, morador no bairro Leda Amêndola, sendo apreendidos arma, munições e pasta base de cocaína.
Segundo consta, os Militares foram acionados, via COPOM, para atenderem a uma desinteligência entre vizinhos com disparo de arma de fogo, e quando eles lá chegaram, se depararam com o indiciado, o qual afirmou que havia sofrido lesão em sua cabeça e que já havia sido acionada a Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros, que depois socorreu o mesmo até a UPA.
Foi mantido contato com uma vítima/testemunha J.H.O.O., mulher, 35 anos, a qual relatou que havia sido vítima de disparos de arma de fogo efetuados pelo indiciado, sendo então mantido contato com a esposa do indiciado, que autorizou a entrada dos policiais na residência do casal.
Em buscas pelo imóvel, em cima do guarda-roupas, foi encontrada uma substância prensada em forma de tijolo, aparentando cocaína, bem como duas trouxinhas da mesma substância e 19 munições integras de revólver calibre 38, estando uma delas picotada e um estojo deflagrado.
Indagada a respeito, a mulher do indiciado disse que a droga pertencia ao seu marido, sendo ainda informado que durante a briga entre a vítima e o indiciado, a mulher desferiu alguns golpes com um pedaço de madeira contra o homem, alegando medo de ser agredida, e neste momento o revólver dele caiu ao chão e então uma sobrinha dela jogou a arma na calçada, a qual foi encontrada pelos policiais desmuniciada, tendo a sobrinha da vítima afirmado que retirou as munições e as jogou em um bueiro, que estava lacrado, não sendo possível recuperá-las.
Após ser medicado no hospital o indiciado foi levado até a delegacia, onde afirmou que não se lembrava de nada, sendo a prisão dada a ele ratificada, razão pela qual ele permaneceu em uma das celas da cadeia de Barretos e depois foi levado para a cadeia da cidade de Colina, onde permaneceu a disposição da Justiça.

Compartilhe: