Ir para o conteúdo

sábado, 20 de julho de 2024

Notícias

Anvisa Proíbe Uso de Produtos à Base de Fenol em Procedimentos de Saúde e Estéticos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou uma medida drástica no combate aos riscos à saúde associados ao uso de produtos à base de fenol em procedimentos de saúde e estéticos. A resolução, publicada no Diário Oficial da União, proíbe integralmente a importação, fabricação, manipulação, comercialização, propaganda e o uso desses produtos em território nacional.

A decisão da Anvisa surge após um trágico incidente ocorrido no início deste mês, quando um jovem de 27 anos faleceu em São Paulo devido a complicações resultantes de um peeling de fenol. Segundo informações, o procedimento foi realizado em uma clínica estética por uma profissional sem especialização ou autorização adequada para executar tal intervenção. A gravidade do caso levou as autoridades a investigarem o incidente como homicídio, resultando na interdição imediata da clínica e na aplicação de multas.

Em comunicado oficial, a Anvisa enfatizou que a proibição visa salvaguardar a saúde e a integridade física da população brasileira. A agência ressaltou que, até o momento, não foram apresentados estudos que comprovem a eficácia e segurança do fenol para uso em procedimentos invasivos, como peeling e outras práticas estéticas.

“A determinação estará em vigor durante o período em que são conduzidas investigações aprofundadas sobre os potenciais danos associados ao uso dessa substância química”, declarou a Anvisa. A medida reflete uma preocupação crescente com os riscos envolvidos em procedimentos estéticos e de saúde que utilizam substâncias cuja segurança não está adequadamente estabelecida.

Compartilhe: