Ir para o conteúdo

quarta-feira, 24 de abril de 2024

Notícias

Adolescentes tentam comprar uísque e energético com nota falsa de R$100,00

Comerciante responderá por infração ao artigo 243 do ECA

A Polícia Militar foi acionada a comparecer a uma mercearia, no bairro Nova Barretos 2, e no local o cabo Hilton manteve contato com uma mulher de 25 anos, e em relato ela afirmou que é proprietária da citada mercearia, estando ela no estabelecimento quando lá chegaram cinco adolescentes, os quais compraram um litro de uísque e um energético e como pagamento eles lhe entregaram uma nota de R$100,00.

Ocorre que neste momento o filho da comerciante, uma criança recém nascida, começou a chorar e isso desviou a sua atenção e ao retornar para atender os adolescentes, a comerciante constatou que a nota que eles estavam utilizando para efetuar o pagamento, supostamente, era falsa e então eles se evadiram do local.

Após controlar o choro da criança a mulher confirmou que a nota que ela havia recebido era falsa e então acionou a Polícia Militar, ocasião em que os policiais tomaram conhecimento das características dos menores e saíram em diligencias pelo bairro, vindo a encontrar o adolescente C.C.S.F.,15 anos, próximo à Rua NB-10, sendo ele abordado e as partes apresentadas na delegacia.

Posteriormente, os policiais identificaram os outros adolescentes, tratando-se de três meninos e uma menina, sendo relatado pelo adolescente detido que ele foi chamado pelos amigos para consumir bebida alcoólica em uma chácara e então eles foram até a mercearia comprar uísque e energético e que ele sabia que a nota era falsa, mas afirmou que não sabia o nome dos demais adolescentes.

Quanto a comerciante, a mesma foi questionada sobre vender bebida alcoólica a menores de idade, vindo a infringir o artigo 243 do ECA (Entregar produtos cujos componentes possam causar dependência) sendo tomadas todas as medidas administrativas neste sentido.

Compartilhe: