sexta-feira, 03 de julho de 2020

Notícias

Adolescente de 16 anos morre depois de ser atingido por disparo de arma de fogo no bairro Santana

O adolescente Willian dos Santos Paula Lima, 16 anos, que morava na Avenida 49, bairro Sumaré, e que foi vítima de disparo de arma de fogo no último domingo no bairro Santana, faleceu na Santa Casa de Barretos às 3h50 da madrugada do dia 20 de maio.
De acordo com a irmã do adolescente, uma jovem de 23 anos, a família foi avisada que Willian, que havia dado entrada no hospital por volta das 17h30 do último domingo, não havia resistido depois de ter sido submetido a cirurgia.
O crime, que foi praticado por uma pessoa identificada como “Luís do Beco” ou “Lulinha”, foi registrado no cruzamento da Rua João Machado de Barros com a Avenida 37, e na ocasião, policiais Militares e Civis, lá foram acionados, pois havia chegado a informação de que havia um adolescente caído na calçada, vítima de disparo de arma de fogo.
No local, marcado por manchas de sangue e uma bicicleta caída, o menor foi encontrado sem camiseta, estando a mesma próxima a ele com uma marca que aparentava ser tiro e foi apurado, de forma preliminar, que Willian estava trafegando pelo local de bicicleta quando foi surpreendido pela chegada do autor, que efetuou os disparos e fugiu, porém, populares, afirmaram que a avó da vítima seria residente nas proximidades e que no momento do crime Willian estaria acompanhada de um primo, identificado como “Vitinho”.
Os policiais civis se deslocaram até a residência de “Vitinho”, um garoto de 16 anos, e mantiveram contato com ele, que declarou que estava andando de bicicleta com seu primo quando veio por trás um indivíduo conhecido por “Luís do Beco” ou “Lulinha” e disparou alguns tiros, não sabendo ele dizer quantos, e diante do nervosismo, o adolescente abandonou a bicicleta no local e correu por ajuda, mas a casa da avó estava fechada, então ele visualizou um amigo da família e foi pedir ajuda, pois não tem aparelho celular.
Willian chegou a ser socorrido de forma consciente pela equipe do SAMU e foi levado para a Santa Casa, e antes de ser encaminhado ao centro cirúrgico, o adolescente chegou a conversar com a Policial Civil Geovana, que esteve no hospital por determinação da delegada, Dra. Denise Vichiato Polizelli, e ela encontrou o adolescente com quadro estabilizado e consciente, tendo o menor confirmado que foi alvejado pelo “Luís do Beco”, também residente no bairro Santana, não sabendo informar seu endereço exato.
Instantes depois foi entregue à policial, pela equipe da Santa Casa, um projétil de arma de fogo que foi retirado do corpo do adolescente.
Posterior a isso, a polícia descobriu que, recentemente Willian havia conversado com a namorada do “Luís do Beco”, e isso o deixou muito irritado e, inclusive, no dia do crime, os dois chegaram a discutir na rua, momento em que “Luís do Beco”, deixou o local nervoso, vindo a cometer o crime minutos depois, nas proximidades da casa da avó da vítima quando ele andava de bicicleta.
Ainda no dia do crime, foram realizadas buscas na residência e adjacências do acusado, porém, ele não foi localizado, sendo ainda informado pela polícia que ele já possui diversas passagens pelo crime de tráfico de drogas, estando o seu pai preso pelo mesmo crime.
Os investigadores do 3º Distrito Policial, estão investigando o caso e trabalham na tentativa de localizar “Luís do Beco”.

Compartilhe: