Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Notícias

Acidentes domésticos com crianças durante férias escolares crescem 84,5% em 2023 

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP) registrou um aumento de 84,5% nos atendimentos e internações de crianças menores de 12 anos causados por afogamento, quedas, queimaduras e intoxicação acidental por exposição a substâncias nocivas, ocorridos em residências nos meses de janeiro e julho de 2023, período de férias escolares. Foram 969 neste ano, frente a 525 no mesmo período de 2022.

Além disso, os meses de dezembro, em 2022, e julho, em 2023, foram os que mais registraram atendimentos ambulatoriais e hospitalizações de menores de 12 anos em decorrência de acidentes domésticos desta natureza, com 403 e 508 ocorrências, respectivamente. Os dados consideram atendimentos realizados em toda a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) do Estado de São Paulo, incluindo unidades municipais, estaduais, federais, filantrópicas e privadas que possuem convênio com o SUS.

O período em que os pequenos passam mais tempo em casa exige atenção redobrada dos pais e responsáveis. Isto porque os acidentes domésticos podem, muitas vezes, ser evitados. “Hoje, o uso de telas, principalmente celulares, gera uma maior desatenção dos responsáveis e, consequentemente, acontecem os acidentes. É naquele segundo de distração que os acidentes domésticos ocorrem”, alerta a pediatra Silvana Grotteria, responsável pelo setor de emergência do Hospital Infantil Darcy Vargas.

Compartilhe: