Ir para o conteúdo

terça-feira, 15 de junho de 2021

Esportes

Palmeiras diminui dívida com patrocinadora para R$ 161 milhões em 2020

Embora o Palmeiras tenha tido um déficit de R$ 151 milhões no ano passado, o clube diminuiu a dívida que tem com a Crefisa pela contratação de jogadores. De 2019 para 2020, o valor caiu de R$ 172,1 milhões para R$ 161,3 milhões.
A diminuição ocorreu pelos repasses do clube à empresa após as negociações de Juninho, zagueiro que está no Bahia, Bruno Henrique, vendido ao Al-Ittihad, da Arábia Saudita, e Dudu, emprestado ao Al Duhail, do Catar. Todos foram contratados com aporte da patrocinadora.
Depois dos aditivos nos contratos com a Crefisa, ficou documentado que o Palmeiras seria obrigado a devolver o valor com o acréscimo de juros baseados na taxa de CDI (Certificado de Depósito Interbancário).
O acordo é o seguinte: caso algum dos jogadores contratados após o aporte seja negociado, o Verdão deve devolver o valor investido com juros ao ser pago pela transferência. Se a quantia for menor que a investida, ou se o atleta deixar o clube ao fim do contrato, o Palmeiras tem dois anos para pagar o que deve à parceira. Um possível lucro fica com o clube.

Compartilhe: