Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Esportes

CBF demite Fernando Diniz e Dorival Junior é o preferido

Logo após ser reconduzido ao cargo por decisão liminar do Supremo Tribunal Federal (STF), Ednaldo Rodrigues demitiu Fernando Diniz do cargo de treinador da seleção brasileira.

A decisão partiu do próprio presidente da CBF, que comunicou a Mario Bittencourt, presidente do Fluminense, clube que também tem Fernando Diniz como treinador.

A passagem de Diniz pela seleção incluiu seis jogos, todos pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2026, com vitórias sobre Bolívia e Peru, empate com a Venezuela e derrotas para Uruguai, Colômbia e Argentina.

Contratado em 4 de julho de 2023 para um período de um ano, o plano original previa a permanência de Diniz até a chegada de Carlo Ancelotti, em junho de 2024, contudo, a renovação do italiano com o Real Madrid alterou esse cenário.

No retorno à CBF, Ednaldo Rodrigues optou por encerrar imediatamente a passagem de Diniz e apesar do planejamento inicial, o treinador não comandará a Seleção nos amistosos de março, contra Inglaterra e Espanha.

Dorival Júnior, atual técnico do São Paulo, o favorito de Ednaldo Rodrigues para substituir Diniz.

Compartilhe: