Ir para o conteúdo

domingo, 21 de julho de 2024

Artigos

Vacinação em Serrana: município se torna modelo em redução de casos graves e mortes por Covid

O Instituto Butantã divulgou recentemente um estudo que mostra que o município de Serrana (SP) se tornou modelo de vacinação em massa contra a Covid-19, reduzindo casos graves e mortes provocadas pela doença.
Foram coletadas 4.375 amostras de pessoas que testaram positivo para a Covid-19 entre junho de 2020 e abril de 2022, sendo que 1.653 casos eram referentes à infecção pela variante Delta, 1.053 pela Gama, 1.513 pela Ômicron e 156 por outras linhagens.
Desses, 88,9% dos casos referentes à variante Gama, 98,1% das ocorrências relacionadas à variante Delta e 99,1% referentes à Ômicron foram leves.
O resultado da pesquisa apontou que 95% dos casos de Covid identificados no município foram considerados leves.
A vacina comprovou que a medicina preventiva funciona, apontou também uma efetividade de 80,5% da CoronaVac contra casos sintomáticos de Covid-19, 95% de eficácia contra hospitalizações e de 94,9% contra mortes provocadas pela Covid-19.
É fundamental, a partir desse fato, reconhecer a eficácia da vacina que salvou não somente essas vidas em Serrana, mas milhões de outras por todo o Brasil.
Esse é um exemplo de prevenção, mas muitos outros poderiam ser adotados para proteger a população de outras tantas doenças que levam milhares de brasileiros à hospitalização e até à morte.
O Carnaval se aproxima e é mais uma situação em que a aglomeração de pessoas pode trazer o aumento dos casos da doença.
Entre idas e vindas dos picos de casos confirmados e do aumento de internações, é prioridade que a população conclua o esquema vacinal, tanto para a proteção individual, quanto para a proteção coletiva.

 

 

Dr. Jorge Rezeck
Médico no Hospital São Jorge e Clínica Unique.
Membro titular da Sociedade Brasileira de Clínica Médica.

Compartilhe: