segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Notícias

Motorista é preso por ameaça, desacato, resistência e porte de arma branca

O motorista O.M.S., 57 anos, morador na Rua Ermelinda da Silva Carmaz, bairro Oriente, foi apresentado na delegacia pelos militares José Antônio e Ribeiro, que também apresentaram a testemunha M.L.T., 35 anos, tratorista.
Informaram os policiais que eles foram acionados a comparecerem no citado endereço para atenderem a uma ocorrência de “som alto em residência”, e quando os policiais chegaram ao local, o barulho do rádio estava mesmo muito alto, como dizia a denuncia, e então eles chamaram pelo morador.
O autor ficou próximo a uma cerca feita com palets, e apresentava-se muito alterado, aparentando embriaguez, muito agressivo, e a testemunha M.L.T., disse que ele estava com o som alto desde as 4horas, e ninguém conseguia o fazer baixar o volume do som.
Os policiais tentaram manter um diálogo com orientação ao autor, que muito alterado, passou a ofendê-los dizendo: “eu entendo das leis, sei que posso ficar até as 22 horas com o som ligado”, vindo em seguida a ofender os militares com palavras de baixo calão e afirmando que “não tem homem nesta terra que faça baixar o som” e que se alguém entrasse na casa ele iria matar. Neste momento ele foi informado que cometia o crime de Desacato e Desobediência e teria que ser preso e conduzido ao Plantão Policial, ocasião em que a testemunha M.L.T., abriu o portão da cerca e autorizou a entrada no imóvel e ainda disse aos policiais: “Leva ele pelo amor de Deus”.
Com o portão aberto, o autor foi em direção aos policiais, sendo feito uso de força física modera para contê-lo, sem sucesso, momento em que ele correu para o interior da casa e a testemunha disse: “Agora ele vai pegar uma faca”, e em meio ao risco eminente, o cabo Ribeiro foi até a viatura e pegou a arma calibre 12, com munição elastômero, e então, dentro do quintal do imóvel, o autor, com uma faca na mão e disse: “Agora eu mato”.
Os policiais foram tomando a distância necessária, tentando manter diálogo e pedindo que o homem soltasse a faca e quando ficaram acuados entre a cerca de madeira da residência, o autor levantou o braço com a faca para desferir um golpe, e quando ele foi em direção aos policiais, foi efetuado um disparo com a munição de borracha, na região baixa do autor, que não desistiu e fez nova investida contra os policiais, porém, quando percebeu que seria feito novo disparo, ele soltou a faca. Foi tentado contê-lo com uso de força, mas ele resistiu e entrou em luta corporal com os policiais, sendo vencido e algemado, sendo informado que seria preso por tentativa de homicídio e conduzido até o Plantão Policial onde foi apresentado com a faca.
Nenhum dos envolvidos sofreu ferimentos aparentes, tendo o delegado, Dr. Antônio Alicio Simões, determinado o registro da ocorrência pelos crimes de ameaça, desacato, resistência e porte de arma branca.
A arma foi apreendida, sendo o caso encaminhado ao setor competente.

Compartilhe: