domingo, 18 de novembro de 2018

Notícias

Menor é detido por traficar drogas no bairro Marília

O menor L.E.L.S., 16 anos, morador na Rua 20, bairro Jockey Clube, foi apresentado na delegacia pelos militares, cabo Edenilson e soldado Borges, tendo os policiais informado que por volta das 18h45, realizavam patrulhamento pelo bairro Alvorada, e ao passarem pela Rua 46 entre as Avenidas 49 e 51, a equipe visualizou o adolescente infrator agachado na calçada pública junto ao cano de PVC, que é utilizado pela Empresa SAAE e que dá acesso ao registro de ligamento e desligamento do fornecimento de água para a residência em frente. Os policiais desconfiaram que o adolescente estava escondendo algo dentro do cano de PVC, tapando o local com um pedaço de papelão, e ele, ao avistar a viatura, atravessou a rua para outra calçada, local onde foi abordado. Procedida busca pessoal, foi encontrado no bolso de sua bermuda a quantia de R$180.00, e quando indagado, ele respondeu que estava ali “de boa”, ocasião em que o cabo Edenilson se deslocou até o cano de PVC, e retirou o papelão, vindo a localizar um saquinho que continha 26 micros tubos com cocaína, e novamente interpelado, o adolescente negou a propriedade da droga.
Ele então foi conduzido a delegacia e na presença de sua mãe declarou que mora com sua mãe, tem uma irmã que atualmente está residindo com uma tia por ter sido abusada sexualmente, e que já foi apreendido outras duas vezes, por furto e por tráfico, e que trabalha como ajudante de serralheiro com seu pai e ganha R$ 450,00 por semana, negando a propriedade dos pinos com cocaína, alegando ainda que após nadar no Lago foi para casa e acabou sendo abordado nas proximidades do bairro Marília. Questionado para esclarecer se mora no bairro Jockey ou no bairro Marilia, onde foi abordado, o menor disse que está se mudando para o bairro Marilia.
A delegada, Dra. Denise Vichiato Polizelli, manteve contato com a mãe do adolescente e ela afirmou que o filho atualmente não está frequentando a escola porque não conseguiu vaga, que o dinheiro que estava com ele tem como origem pensão e que tem dificuldades de controlar as atividades do adolescente, tendo ciência que ele fuma maconha. Diante dos fatos, a delegada determinou a apreensão do adolescente, uma vez que ele é reincidente na traficância e outros crimes de
gravidade, sendo ele recolhido a uma das celas da Seccional de Barretos, separado dos maiores, para depois ser transferido para cadeia de Colina, onde deverá permanecer até ser apresentado ao Promotor Curador da Infância e Juventude.

Compartilhe: