quinta-feira, 18 de julho de 2019

Notícias

Desempregado é preso traficando drogas no bairro Dom Bosco

Um jovem de 18 anos, desempregado, identificado como R.J.R., morador no bairro Nova Barretos, foi preso pelos Militares da Equipe do Canil, cabos Anderson Arábia e Joaquim, os quais também apresentaram na delegacia dinheiro, drogas e celulares.
Segundo consta, os Militares realizavam patrulhamento pelas ruas da cidade, ocasião em que receberam a informação de um cidadão de que havia um indivíduo trajando camiseta vermelha e bermuda preta, o qual também ostentava bastante tatuagens, vendendo pinos com cocaína ao lado de uma mangueira, no bairro Dom Bosco, sendo este local conhecido nos meios policiais como ponto de tráfico de drogas.
Em razão de ser um local de fácil acesso para fuga, foi solicitado apoio a Equipe da ROCAM, e em companhia dos Militares Claudinei e Rodrigo Ribeiro, todos foram para o “ponto da mangueira”, como é conhecido o local.
Assim que lá chegaram os Militares se depararam com um indivíduo com as mesmas características apontadas pelo denunciante, estando ele fumando narguilé.
Ele foi abordado e quando questionado sobre os fatos afirmou que tinha consigo apenas a quantia de R$40.00, sendo que em revista pessoal nada de ilícito com ele foi encontrado, porém em seu poder havia R$86.00 em notas diversas e não R$40.00 como afirmado anteriormente. Os policiais então foram até o imóvel do indiciado e quando eles lá estavam, o cão Hector, ficou em pé, se apoiando na parede, indicando que havia drogas no teto do quarto.
Os policiais então encontraram neste teto, que era baixo, uma lata e no interior dela havia 43 pinos contendo cocaína.
Ao ser perguntado sobre a droga o indiciado confirmou que estava comercializando os pinos com cocaína e que ele “trabalha” na venda das drogas para outra pessoa, a qual já é conhecida na cidade como traficante de drogas, porém, as entregas eram feitas a ele por um indivíduo negro em uma moto a qual ele não sabe a placa, sendo esta pessoa também responsável pela coleta do dinheiro das vendas. Também foi constatado pelos policiais que no local havia uma câmera de segurança que, provavelmente era utilizada na guarda e também no monitoramento das vendas da droga.
Foi dada voz de prisão ao indiciado e ele foi levado para o Plantão Policial, onde o caso foi apresentado a delegada, Dra. Denise Vichiato Polizelli, que determinou a apreensão dos pinos com cocaína e do dinheiro, ratificando a voz de prisão dada ao indiciado, o qual ficou preso em uma cela da cadeia anexa à Seccional de Polícia, par ano dia seguinte ser apresentado no Fórum local em Audiência de Custódia.

Compartilhe: