quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Notícias

Defensoria Pública move ação contra Prefeitura por não promover internação de cidadão

A Defensoria Pública de Barretos ajuizou ação contra o Município requerendo indenização por danos morais, em razão da conduta praticada pela Secretaria Municipal de Saúde, de não internar um cidadão após intimação judicial, e morte do mesmo por overdose. A demanda é ajuizada em favor da viúva e de 2 filhos portadores de necessidades especiais, que são interditados.
Segundo o defensor Fábio Esposto, houve intimação da chefe de gabinete do Secretário Municipal de Saúde em 24 de maio de 2017 para que houvesse a internação de um senhor, porém o Município ficou inerte e mesmo faleceu cerca de dois meses depois, devido ao uso de cocaína e medicamentos, o que, de acordo com a ação, poderia ser evitado, se o homem tivesse sido internado. Página 8 do JBR.

Compartilhe: