terça-feira, 25 de setembro de 2018

Notícias

Associação dos Pescadores aprova ação do Ministério Público Federal

Na última terça, dia 11, a Polícia Ambiental e a Polícia Federal, realizaram a Operação Rio Grande, com o cumprimento de mandados de prisão e debusca e apreensão. Diante da ação realizada, atendendo determinação da 1ª Vara Federal de Barretos, o presidente da Associação dos Pescadores, Wilson Aparecido de Souza, afirmou que essa ação teve início em 2014, com uma representação do Ministério Público Federal. “Foi um importante trabalho das Policias Ambiental e Federal, e com a Polícia Federal não se brinca. Acredito que dentro de um período de 2 a 3 anos, essa pesca predatória vai acabar”, afirmou Wilson Aparecido.
O presidente da associação,disse ainda que existe um projeto que está tramitando, visando barrar a pesca predatória da Ponte Gumercindo Penteado até a barragem de Porto Colômbia, que é um crime ambiental que estavam fazendo. “Pescador profissional honesto é uma coisa e predador é outra coisa”, afirmou Wilson Aparecido de Souza.

Declaração

A Associação dos Pescadores Amadores de Barretos e região, está em processo de ser declarada de utilidade pública estadual e federal, com o processo já bem adiantado segundo a diretoria.

Compartilhe: