terça-feira, 16 de outubro de 2018

Artigos

A vida é feita de muitas coisas importantes

Quantas vezes os caminhos, as oportunidades em que nós nos apoiamos simplesmente somem da nossa frente? Aquilo em que mais acreditávamos, as pessoas nas quais mais confiávamos, os projetos aos quais mais apostamos, nos são tirados de nosso alcance de uma hora para outra e nos sentimos perdidos e desesperados.
Agarrados a essas realidades, não percebemos que, por mais simples e intuitivo que um caminho possa parecer, ele sempre oferecerá seus riscos. Quando nos apoiamos em uma só realidade corremos o risco de ficarmos presos, amarrados, imóveis, dependentes de nossa zona de conforto, tendo uma falsa sensação de segurança em nós mesmos que nos torna fechados a novas visões essenciais de partilha e de novos conhecimentos que nos possibilitam a nos renovarmos a cada dia, nos gerando novas oportunidades, novos caminhos, novos destinos.
Assim sendo, quando nos movimentamos nos colocamos em risco. Porém, sem nos movimentar estaremos condenados a ficarmos no mesmo ponto, sem alcançar nossos objetivos proposto, pois de uma hora para outra tudo o que planejamos pode cair por terra, e este fato vem sempre com a chamada “decepção”. De fato, é uma grande ilusão achar que temos o domínio das coisas e das pessoas.
Deus nos confia esta missão, a de sermos sinais de unidade, de fraternidade e não de isolamento. Peçamos a Deus a graça de construirmos nossas vidas apoiados em diversos pilares como familiar, social, espiritual, sem nos isolarmos, criando assim sempre novos laços de união fraterna que nos permita a cada dia renovarmos nosso ânimo, percebendo que a vida é feita de muitas coisas importantes. Precisamos descobri-las a cada dia para não cairmos.
Daniel Canevarollo
Seminarista

Compartilhe: