sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Artigos

Vale a pena ser bom

“Toda a amargura, irritação, cólera, gritaria, injúrias, tudo isso deve desaparecer do meio de vós, como toda espécie de maldade. Sede bons uns para com os outros”.(Ef 4 31-32)

Em sua carta à comunidade de Éfeso, Paulo exorta os irmãos a seguir os exemplos de Cristo Jesus, principalmente a caridade. Sem elapredominará a indiferença dentro de nós e com isso, muitas outras manifestações a partir de nosso agir, irá colabor para tornar-nos como que azedos e fétidos por conta própria, e isso pela falta de zelo para com a criação de Deus.
Agindo assim, podemos nos tornar um peso para o outro, uma presença insuportável e de difícil convivência, justamente por impor o nosso mau humor por sobre as pessoas que estão à nossa volta.
Deus, portanto, fica de lado e tratamos as mesmas desproporcionalmente segundo o que pensamos ser o correto, mesmo estando errados. Meu irmão e minha irmã, não se deixe levar pela arrogância e pela prepotência. A humildade é o caminho mais correto, e isto implica ser bom para com os outros e consigo mesmo.
Carlos Araki
Seminarista

Compartilhe: