quinta-feira, 20 de junho de 2019

Artigos

Sou diabético! Como devo cuidar da minha gengiva?

Pacientes diabéticos são mais propensos às doenças gengivais e devem ter cuidados redobrados com a saúde bucal, explicam especialistas
O segredo para um sorriso bonito vai muito além do que escovar os dentes. Cuidar da gengiva é essencial, ainda mais quando se tem diabetes.
Diabéticos possuem duas vezes mais chances de desenvolver doenças de gengiva, como a gengivite – inflamação causada pelo acúmulo de placa bacteriana devido à má higiene bucal, que se não cuidada corretamente, pode levar à perda dentária.
Sabendo disso, os experts da Oral-B esclarecem algumas dúvidas sobre o assunto. Veja mais abaixo:
1. Devo contar ao meu dentista que sou diabético?
Com certeza. O seu dentista precisa saber sobre a sua diabetes e se ela está controlada. Os resultados do tratamento odontológico serão mais efetivos se o diabetes estiver controlado.

2. Pacientes diabéticos precisam ter algum cuidado especial com a saúde bucal?
Sim. Pacientes diabéticos precisam ter mais cuidado com a saúde oral, porque são pacientes mais propensos a inflamações na boca, incluindo as doenças na gengiva.
A higiene oral deve ser realizada três vezes ao dia, com o máximo de dedicação, utilizando uma escova de dentes macia e fio dental. Além disso, o paciente deve visitar o dentista regularmente, assim indicando os melhores tratamentos para cada paciente.

3. Diabéticos são mais propensos a ter doenças de gengiva?
Sim. A diabetes favorece o aparecimento de doenças gengivais, principalmente se não estiver controlada.
A principal doença é a gengivite, que nada mais é que uma inflamação causada pelo acúmulo de placa bacteriana. Seus principais sintomas são a gengiva avermelhada, inchada e com sangramento durante a escovação ou até mesmo espontâneos.

4. Doenças de gengiva se agravam mais facilmente em diabéticos?
Cerca de 76% dos pacientes diabéticos possuem algum tipo de doença gengival. Sua indecência é mais severa e precoce nesses pacientes se não estiver controlada, podendo evoluir para a periodontite, que pode levar à perda dentária.

5. Existe pasta e escova de dentes recomendadas especificamente para diabéticos?
Além do uso diário do fio dental, recomenda-se que a pasta dental tenha flúor antimicrobiano na composição, enquanto a escova deve ser de cerdas macias com bom alcance de escovação.
Atualmente o mercado já oferece cremes dentais próprios para alguns cuidados específicos que podem favorecer ainda mais a saúde bucal de pessoas diabéticas, que é o caso da linha pioneira Oral-B Gengiva Detox, nas versões Deep Clean e Gentle Whitening , que contém molécula essencial Fluoreto de estanho – SnF2 em sua fórmula, com a capacidade de se transformar em uma microespuma e penetrar em lugares que a escova e o fio dental não alcançam.

Compartilhe: