sábado, 24 de agosto de 2019

Artigos

Quais os benefícios de uma alimentação saudável?

Olá !!
Que ter uma vida mais equilibrada com a prática regular de atividades físicas e uma alimentação saudável é extremamente importante para a prevenção das doenças cardiovasculares, todo mundo sabe. Mas, recentemente, foram publicados vários estudos mostrando os benefícios de uma boa alimentação em várias outras áreas da saúde: desde diminuir o risco de morte por câncer de mama até combater os sintomas de depressão.
Em um estudo americano, que envolveu quase 50 mil mulheres desde 1993, que já tinham passado pela menopausa, com idades entre 50 e 79 anos, houve a divisão em dois grupos: um grupo seguiu uma dieta normal com uma ingestão de gorduras e o outro grupo que reduziu a ingestão de gordura e incluiu uma porção de legumes, verduras, frutas e grãos no cardápio diário. A conclusão, após 26 anos, é que comer de maneira saudável pode diminuir a probabilidade de morte por câncer de mama até 21% naquelas que descobriram o tumor. Este estudo acrescenta mais uma evidência na lista de efeitos positivos semelhantes para vários tipos de câncer.
O bacana é que a dieta considerada equilibrada não é coisa de outro mundo. Bastaria reduzir o consumo de gorduras no dia a dia, e ao colocá-las na rotina, o ideal é privilegiar as versões insaturadas, encontradas nos peixes, nas oleaginosas e em certos óleos vegetais, como o azeite de oliva. Fora isso, é preciso incluir mais vegetais na dieta. Comer ao menos 5 porções de frutas, legumes e verduras ao dia já é uma recomendação da Organização Mundial da Saúde para diminuir uma série de doenças, incluindo certos tipos de câncer.
Um trabalho brasileiro mostrou que a melhora na alimentação, como as citadas acima, aliviou os sintomas depressivos entre os participantes. A hipótese é que um menu equilibrado resultaria menos inflamação no organismo – algo intimamente ligado à doença. Mexer no cardápio também ajuda a proteger as pessoas com depressão contra problemas aos quais estão mais sujeitos, como diabetes e as doenças do coração.
E como anda a sua alimentação?

 

Compartilhe: