sábado, 24 de agosto de 2019

Artigos

Projeto “Setorizar para Evangelizar” é lançado durante a Missa da Unidade Diocesana 2019

Cerca de 1.300 pessoas participaram da Missa da Unidade Diocesana no domingo (09). A missa campal foi presidida por Dom Milton Kenan Junior, e concelebrada por padres do clero diocesano na Praça Francisco Barreto, em frente à Catedral Divino Espírito Santo, após uma caminhada que saiu da Praça da Primavera com um andor levando as imagens do Divino Espírito Santo na forma de uma pomba e de Nossa Senhora Aparecida.
Durante a homilia, Dom Milton disse que aquela ocasião, a Solenidade de Pentecostes, tinha um significado especial, porque ao mesmo tempo que celebrava o cumprimento da promessa de Jesus, que envia o Seu Espírito sobre os apóstolos, celebrava também o nascimento da Igreja Católica. “A Igreja nasce nesse dia! E celebramos também o patrono da nossa diocese, o Divino Espírito Santo”, disse.
O prelado falou que todos os que recebem o Espírito (Santo) devem se distinguir pelo mundo pelo amor mútuo. “É esse o sinal que convence o mundo!”, destacou completando que se tem algo que é necessário cuidar na Igreja é para que não haja a divisão, a rivalidade e a competição.
Sobre o Projeto “Setorizar para Evangelizar”, que foi lançado no final da celebração, o bispo disse que ele é um esforço que a Igreja Particular de Barretos quer fazer para atender a ordem de Jesus. “Um esforço que a nossa Igreja quer fazer para abrir as suas portas ainda mais, para ser uma Igreja em saída, para ir ao encontro daqueles que estão mais longe, mais afastados. (…) Ele é um esforço para que nós possamos ver crescer os pequenos grupos. (…) Foi assim que começou a Igreja, com pequenos grupos. Oxalá nós possamos começar hoje um novo tempo para a nossa diocese! Nós estamos numa caminhada. Somos uma Igreja que caminha!”, falou.
No final foi apresentado um vídeo com testemunhos e uma breve explicação de como deve acontecer o projeto em todas as comunidades paroquiais. No sábado e domingo próximos, todas as paróquias da diocese devem promover o lançamento do projeto em todas as missas.
Em seguida, membros do Conselho Diocesano de Pastoral receberam um exemplar do subsídio do projeto e uma benção e foram enviados com a missão de auxiliarem a diocese neste processo de implantação da metodologia missionária.

Compartilhe: