sábado, 20 de outubro de 2018

Artigos

Páscoa: Vida nova em Cristo!

É Páscoa! O calendário litúrgico, que rege o tempo celebrativo da Igreja, tem a Páscoa como evento central, a partir e, através do qual, todas as outras ações adquirem sentido. A celebração da paixão-morte-ressurreição de Jesus manifesta o poder absoluto de Deus sobre todas as coisas e realidades, inclusive sobre a morte, expressão do limite humano. Em Cristo, Filho de Deus, enviado para salvar a humanidade, vencido o pecado e a marte, as portas da eternidade são reabertas a todo homem que professar, com a mente, coração e vida que Jesus Cristo é o Senhor.
Através do tempo quaresmal, chamados à conversão, caminhamos ‘Nos passos do Senhor’. Cada movimento: ‘Voltar-se para Deus’, ‘Abrir-se á ação de Deus’, Repousar em Deus’, ‘Deixar-se reconstruir por Deus’ e ‘Renascer no Senhor’, colabora para que, de fato, a Páscoa aconteça um pouco mais em nós, no hoje da história, e, definitivamente, quando formos chamados á presença de Deus. ‘Vida Nova em Cristo’ é a grande meta deste caminho espiritual que perpassa todas as dimensões da vida propondo renovação constante.
Os registros do Evangelho ajudam-nos a aprofundar o verdadeiro sentido desta verdade de fé (Mc 16,1-7). Após narrar, longamente, o processo da condenação e morte de Jesus, Marcos dedica poucas palavras á ressurreição. Certamente, pensamos nós, deveria ser o inverso: menos atenção á morte, mais detalhes sobre a grande novidade cristã. O propósito do autor sagrado é estabelecer um paralelo entre a vida do Mestre e a vida dos discípulos (de ontem, de hoje e de sempre), exigindo, de todos nós, resposta e decisão a respeito do seguimento de Jesus.
“Quem rolará a pedra da entrada do túmulo”? Diante do grande desafio das mulheres que foram ao sepulcro ungir o corpo, Deus se manifesta. Retira a grande pedra que separa os homens da plenitude do Seu amor, remove as pequenas e grandes pedras da mente, do coração e da vida que tanto obstaculizam nossa relação com Ele, conosco mesmo e com os irmãos. Remove as pedras que impedem a família humana de caminhar. Deus tem este poder! As informações são básicas. Diz o anjo: “Ele ressuscitou! Não está aqui!” Ao mesmo tempo em que diz pouco, diz tudo o necessário.
A carência de imagens e informações pode decepcionar. ‘O encontrareis na Galileia!”, onde tudo começou. Os discípulos de ontem e de hoje são desafiados a recomeçar, percorrer novamente o caminho, que já não é mais o mesmo; interpretar todos os fatos e acontecimentos, não mais, unicamente, sobre o prisma da inteligência, força e dinheiro, mas, sob o olhar e a experiência de fé no Ressuscitado, que venceu a morte, confirmando a vontade de Deus. A partir de agora, vida nova tendo como referência o Senhor. Vida nova em Cristo! Feliz Páscoa, todos os dias!

Ivanaldo Mendonça
Padre, Pós-graduado em
Psicologia
ivanpsicol@hotmail.com

Compartilhe: