terça-feira, 17 de setembro de 2019

Artigos

O impacto da privação de sono na saúde “Parte 1”

Olá!

Hoje, vamos começar a abordar um tema relevante para nossa qualidade de vida: o sono. Tornou-se muito reconhecido por desempenhar um papel importante para a nossa saúde e bem-estar geral – juntamente com a reeducação alimentar, controle do estresse e prática de exercícios. 

Todos querem uma boa noite de sono e acordar relaxado no dia seguinte, mas segundo o Instituto do Sono, 63% da população adulta do país têm alguma queixa relacionada ao sono, como insônia.  

Não dormir por tempo suficiente ou ter uma noite de má qualidade está associado com o aumento da ingestão de alimentos, dietas menos saudáveis, além do ganho de peso. A falta de sono também leva ao aumento de lanches e excessos e isso nos faz querer comer alimentos ricos em gorduras e carboidratos – que possuem uma maior recompensa química para o cérebro quando nos alimentamos. 

Basicamente, o sono precário leva o corpo a procurar por alimentos de alta energia para mantê-lo acordado, o que dificulta muito resistir à tentação por alimentos não saudáveis. Por outro lado, quando dormimos bem, nossos hormônios do apetite permanecem em um nível normal. Nós não ficamos com tanta vontade de ingerir comidas pouco saudáveis – e conseguimos escolher melhor o que ingerir. 

Um hormônio realmente importante que controla os padrões de sono é a melatonina. Ela é produzida no cérebro e sua quantidade e eficiência são afetadas pela dieta.  Uma das maiores influências dos níveis de melatonina parece ser a ingestão de um tipo de proteína chamada triptofano – um aminoácido essencial que nosso corpo não pode produzir e é obtido por meio da alimentação. Outros nutrientes que parecem ser úteis para o sono incluem vitamina B e magnésio. 

Alimentos lácteos, por exemplo, podem ser ótimos para ajudar no sono. O leite não é apenas uma excelente fonte de triptofano, mas também contém magnésio e vitamina B, que ajudam a promover sua atividade e disponibilidade. As nozes, também contêm todos os nutrientes conhecidos para promover o aumento da produção de melatonina e apoiar a sua liberação. Peixes são uma grande fonte de triptofano e vitaminas do complexo B. 

Continua na próxima semana. 

Um ótimo domingo e até o próximo.

 

Compartilhe: