quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Artigos

Novas tecnologias ajudam profissionais a atingirem objetivos empreendedores

Transmitir informações e fazer com que as tecnologias correspondam os processos comunicativos das pessoas parece ser algo bem complexo, e é, mas não é um bicho de sete cabeças. A ONU (Organização das Nações Unidas), por exemplo, trabalha para aumentar a conscientização sobre os desafios que as novas tecnologias representam para a sociedade, mas ainda é necessário reduzir o fosso digital e garantir que os benefícios das TICs estejam ao alcance de todos.
A incorporação de novas tecnologias produz constantes mudanças nos mercados de trabalho ao redor do mundo e ajuda pessoas a empreenderem, e opções como a Workana, plataforma de trabalho freelance, oferecem aos brasileiros um espaço de conexão entre profissionais freelancers especializados em diversas áreas e líderes de projetos com necessidades específicas, facilitando a forma como o trabalhador individual ganha dinheiro e as empresas consigam alavancar seus projetos pontuais.
Entre os benefícios relacionados às tecnologias de informação e comunicação, o acesso a oportunidades por meio de plataformas remotas apresenta um grande potencial de crescimento. É o caso da América Latina, onde, graças à Workana, profissionais independentes podem acessar mensalmente mais de 25 mil projetos, e conseguem trabalhar de onde quer que estejam, fazer seus horários e até conseguirem uma renda extra, dando a eles mais liberdade profissional e chances reais de conseguirem realizar o sonho de empreender.
Exemplificando também a importância de ter uma instituição para a formação de profissionais de alta performance e que fomenta o empreendedorismo, no próprio co-learning da Digital House, hub de educação para a formação de profissionais de alta performance para o mercado digital, alunos de Desenvolvimento Mobile Android abriram uma statup de consultoria digital. Possuir um universo que possibilita aos novos empreendedores, não só aprender com as TICs, mas fazer networking com outros profissionais do mercado e até com empresas que buscam profissionais digitais é muito importante para a sociedade.
Um estudo recente do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) afirma que mais de 77% dos latinoamericanos acreditam que o acesso à internet deve ser priorizado mesmo em rotas e estradas. Na América Latina há talento para gerar a inovação que estamos procurando e precisando. É por isso que é essencial gerar a estrutura correta onde essa diferença pode se expandir e agregar valor.
Esta tendência para novas formas de acesso ao emprego é apenas um exemplo do potencial que o acesso às TICs tem na resolução de problemas de desenvolvimento, particularmente no contexto da globalização, e que pode promover o crescimento econômico, a competitividade, acesso à informação e conhecimento.

Guillermo Bracciaforte é cofundador da Workana, plataforma que conecta freelancers a empresas em toda a América Latina.

Compartilhe: