sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Artigos

Jesus quer ficar em nosso lar

Tudo aquilo que nos acontece fica gravado em nós: os desaforos, as palavras pesadas, os gestos rudes, as grosserias, os autoritarismos, as decepções que nós tivemos, o que a pessoa disse, fez ou o que ela não fez, aquilo que você esperava que fizesse e não aconteceu.
E como nós “engolimos” essas coisas, fica tudo armazenado e guardado. Vamos nos tornando pessoas ásperas, nervosas, que falam de maneira bruta, e não sabemos porquê.
Aquela mãe que se esforça, passa o dia todo trabalhando, se preocupa com o marido e os filhos, até com aquilo que cada um gosta, vai se deitar depois de todo mundo, muitas vezes. Mas de vez em quando ela é rude, grosseira, tem palavras pesadas, ela tem amor, mas junto tem tanta coisa ruim porque “engoliu” tantas coisas.
Todos somos bons, Deus nos criou bons, há amor em nós, mas deixamos muitos “lixos entulhados” no coração.
Você, seja quem for, adulto, pai, mãe, filho, jovem, quantas vezes você é grosseiro, rude e revoltado, quantas vezes você tem sentimentos ruins com as pessoas, você não quer ser assim, mas acaba sendo, porque infelizmente foi muito machucado, engoliu muitas coisas, tudo de ruim que aconteceu no seu passado ficou gravado.
Somos fracos, temos muitos erros, muitas fraquezas, cometemos muitos pecados, mas Jesus nos escolheu. Ele decretou que quer ficar em nosso lar. Precisamos perdoar os nossos pais, irmãos, tios, primos, avós, nossos antepassados, para que a graça de Deus aconteça. A vida nos conduz para o aprendizado! A nossa casa é santa, porque proveio de Deus. Apesar de todos os problemas, foi Deus quem a quis. Nossa família não é simplesmente vontade humana, mas vontade de Deus!
Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Compartilhe: