sexta-feira, 22 de março de 2019

Artigos

Governador Doria: visita muito bem-vinda e auspiciosa para Barretos

A visita do Governador Doria, já na primeira semana de seu governo, repercutiu de forma auspiciosa para todos os que vivem nessa querida “chãopretana” terra. Foi, de fato, uma deferência muito especial. E fazendo jus a razões, que fazem parte de nossa história política, cultural e social.
Gesto de grandeza dessa figura que é esperança não só para os paulistas como para todos os brasileiros. Ouvir a fala de Doria é receber um influxo de positividade realmente contagiante.
Ouvindo e vendo-o ali no aeroporto, promovendo um estilo objetivo, prático e moderno de executar uma visita política (e de trabalho), pude sentir de perto o impacto de seu arrojo e disposição.
Afora essa diferença de dinâmica, pude realmente sentir uma vibração nas tratativas dos patrimônios, há tempos conquistados, mas estagnados por uma inércia que deve ser creditada à própria lentidão de nosso “ritmo” político de Barretos.
Estou dizendo, do Aeroporto Chafei Amsei e do nosso Parque Tecnológico (Agrotech Park), “parados” há 6 anos. Verdadeiros benefícios para Barretos, e que não se conseguiu alavancar e avançar “dez passos”. Devemos ser gratos ao sempre prezado Geraldo Alckmin, que fez a concessão e deu o primeiro empurrão. Como devemos, sim, valorizar esse gesto empreendedor que Dória vem trazer com vigor em nossa cidade e, com certeza, fará em todo o Estado.
Fala realmente convincente, fazendo com que o conhecido Lourival Lemes, o Radinho, presente ao lado, na plateia, sussurrasse ao meu ouvido: “Realmente o homem é um monstro; estou impressionado” dando como certo que passará a admirá-lo ainda mais. Exemplo simples, mas emblemático daquilo que todos os presentes certamente sentiram (e sentirão).
De minha vivência ao longo dos calejados anos de atividade pública, posso atestar que não se trata de mera ilusão. Seguramente, senti que Dória respeita a cidade e região por seus valores tradicionais e poderá nos trazer agora, aquilo que Barretos sempre mereceu, pelo seu histórico, no plano nacional.
De centro pecuário pioneiro, de centro abatedor exportador há mais de 80 anos, celeiro de grãos no passado, de citricultura (que veio, rendeu e se foi), de centro de seringais, de atuais canaviais e usinas produtoras da álcool, açúcar e suco cítrico. De um evento turístico de destaque nacional e internacional, matriz de todas as Festas de Peão do Brasil inteiro.
De fato, fiz-me sentir que valeu a pena “dar a cara” no primeiro turno, e na reta final do segundo, para neutralizar posicionamentos equivocados. Alguns, nesse solene momento, ainda tentando rodear em busca de vantagens pessoais ou grupais.
Valeu Governador.
Ficamos lhe devendo um primeiro lugar que sempre demos ao PSDB. Mas certamente haverá outras oportunidades, que farão jus à pessoa qualificada e empreendedora que lhe caracteriza.
Vale também aqui relacionar nossa agenda de pedidos que são antigos: começando pela estadualização de nossa Santa Casa a nível de Hospital das Clínicas, de nossas duplicações de rodovias escoadoras de riquezas, de encampações de nossos centros universitários. De suporte a uma festa turística nacional e sempre “tocada” pela iniciativa privada. Exemplo inusitado nesse País, ao longo de quase 70 anos.
Se já contamos com o embalo da privatização do aeroporto, acreditamos nesses novos tempos, motivados por essa figura que já é esperança também para o nosso Brasil.
Muito obrigado, Governador.
É a expressão que todo barretense, do mais ilustre ao mais humilde, gostaria de pessoalmente lhe emprestar, mas que faço, com gosto, nesse momento.

Dr. Fauze José Daher
Gastro Cirurgião
VídeoLaparoscopista
Diretor Clínico da Santa Casa de Barretos
Mestre em Ciências pela (UNIFESP -Escola Paulista de Medicina)
Ex-Presidente do
Dir. Mun. do PSDB
Advogado

Compartilhe: