quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Artigos

FASE NEGRA

Bom Dia Barretos. O Brasil vem passando por uma de suas piores fases, onde tudo parece que nada dá certo. Na política, as pessoas parecem que não se entendem. A ganância de nossos homens públicos em angariar fortunas, fez o país sair dos eixos. Políticos pouco preocupados com o sofrimento dos menos favorecidos, ainda continuam a depenar o país até as últimas consequências. Todo dia somos premiados com uma nova denúncia, e assim, de denúncia em denúncia, vai sendo minada a confiança do povo em seus dirigentes.
Quando tudo parecia desmoronado, uma nesga de esperança trazida pela nossa seleção se transformou na tabua de salvação da nossa brasilidade. Agora, o sonho acabou. E acabou por que? Mais uma vez então, vamos perceber que o maior fator da derrota, foi a seleção ter por foco principal, não a conquista do hexa, mas o que a conquista poderia render. Numa reunião entre comissão técnica e jogadores, se acertou um prêmio de dois milhões de reais para cada membro da delegação. Todos nossos atletas são jogadores já realizados financeiramente e que, portanto, deveriam enfocar mais na honra de buscar o hexa pra o país, do que engordar em mais alguns milhões suas contas bancárias.
Mas, não foi só isso. Deram aos nossos jogadores o direito de levarem familiares e amigos para acompanharem os jogos na Rússia, menosprezando o fato do país estar se debatendo numa crise econômico social das mais severas. Chegaram ao exagero de levar um cabelereiro para cuidar das madeixas. O mesmo processo perverso de falta de caráter e comprometimento que açambarcou a nossa classe política, também se abateu sobre a CBF, com dirigentes presos e procurados pela Interpol, polícia internacional, pelos mesmos desatinos de nossos políticos.
Mas, para tudo isso, mais uma vez a população fechou os olhos, e a torcida era para que uma vitória da nossa seleção pudesse funcionar como um balsamo a minorar as dores de nossas chagas. Ledo engano, o sonho acabou vítima dos mesmos males que corrompeu a política e os políticos do Brasil.
Que fase, meu DEUS! Agora sem sonhos e sem perspectivas para sonhar, vamos ser invadidos pela política, com seus milhares de candidatos prometendo o que não vão cumprir. Não é questão apenas de mudar os nomes que aí estão, como muitos pregoam, mas escolher alguém em que se possa confiar. De frustação em frustração, nosso povo vai perdendo a esperança de dias melhores, e o pior cenário para uma pátria, é ver seus filhos desprovidos de perspectiva com o amanhã.
Ainda sobrava a religião, como tabua salvadora. Mas agora começou também a pipocar uma quantidade imensa de credos, cujos deuses por eles invocados, agem como nossos políticos, querem mais e mais contribuições, num apetite avassalador. Perdoem-me, se coloquei o dedo na ferida ainda sangrando, mas precisamos urgentemente buscar caminhos antes que seja tarde demais. Bom final de semana.

BOM DIA BARRETOS.

Compartilhe: