quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Artigos

AURA

Bom Dia Barretos.
Cientistas, cada vez mais, afirmam e comprovam, que o nosso corpo físico está envolto por uma aura energética, que se torna cada vez mais consistente, de acordo com o nosso modo de pensar, agir e amar.
Não é a aura que influencia o nosso comportamento, mas sim, o nosso comportamento, a nossa maneira de ser, que influencia a luminosidade de nossa aura. O amor desinteressado, a vontade de servir, o desejo de ajudar o próximo, o desprendimento das coisas materiais, faz com que nossa aura se torne, cada vez mais radiosa e consistente.
A inveja, o ciúme, o ódio, o rancor, a raiva, as mentiras e os engodos, vão consumindo nossa aura, nos tornando cada vez mais vulneráveis. O poder e o dinheiro podem atuar nos dois sentidos.
Quando os usamos para promover o bem-estar de pessoas, ajudar necessitados, cooperar com entidades assistenciais, sem fins promocionais pessoais e sem perder nossa humildade, nossa aura se torna cada vez mais brilhante, e sentimos cada vez mais, uma sensação de paz e alegria brotar de nosso coração e invadir a nossa alma.
Mas, quando os usamos para alimentar vaidade, vangloriar, tripudiar sobre pessoas, avantajar ganhos, esbanjar status, trocar os velhos e fiéis amigos pela nova roda de deslumbrados, podem ter certeza, a aura vai perdendo o seu brilho, e dia mais, dia menos, um vazio, um oco inexplicável, vai se apossando do nosso interior.
Por isso, temos pessoas maravilhosas, como madre Tereza de Calcutá, ou aqui em Barretos, o saudoso padre Gabriel, e pessoas petulantes e intragáveis, como muitas que se espalham pelas nossas sociedades.
O amor, a fé, as orações, assim como as boas ações, fazem nossa aura cada vez mais radiante. Pena que algumas pessoas praticam caridade como forma de se auto promoverem, e assim, suas ações são desprovidas de amor, e como tal estéreis, perante suas próprias consciências, enfraquecendo sua aura e tornando-a cada vez mais opaca.
Policiar nossa mente, ter pensamentos positivos, ser fraterno, irradiar amor, é antes de tudo, uma maneira sábia de cultivar saúde, paz e sucesso na vida. Por isso, muitas vezes, temos atração por pessoas que acabamos de conhecer, enquanto sentimos como que uma repulsa interior, diante de outros.
Uns, irradiam amor, e com eles, entramos em sintonia, outros, irradiam sentimentos menores, e então, uma força inexplicável deles nos afasta. Muitas vezes, o ser humano está preocupado apenas em vender uma boa imagem de si, e observar a apresentação do outro, esquecendo-se de que o que vale mesmo é a energia que irradiamos, o nosso modo de ser e agir, bem como a maneira de ser e agir do outro. Pense nisso e tenha um bom final de semana.
BOM DIA BARRETOS.

Compartilhe: