quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Artigos

A DIFERENÇA

Bom Dia Barretos. Como é bom poder observar uma eleição sem estar participando dela. Como é gratificante poder analisá-la sem as amarras eleitorais. Como é edificante poder jogar um pouco de luz, no intrigado tabuleiro eleitoral.
Analisem comigo e constatem a diferença de postura, entre um candidato que as pesquisas eleitorais apontam como provável vencedor, e outro que está a esperar por um milagre, ou apenas procurando cumprir a missão que lhe foi confiada, sem ter que amargar uma derrota acachapante, já que o milagre de sua eleição, só seria possível com uma fraude eleitoral, o que no momento está fora do radar.
Um pode prometer aumento de salário mínimo, botijão de gás de cozinha tabelado abaixo do preço de mercado, geração de empregos irreal, acabar com a pobreza, além de um cem número de promessas descompromissadas com a verdade e a realidade brasileira, pois sabe que não vai ganhar e portanto, ninguém poderá lhe cobrar coerência entre o que prometeu e o que está fazendo.
Já quem tem convicção da possibilidade real de assumir o governo, tem que se ater a projetos concretos e viáveis, já que assumindo o governo, terá que prestar contas, não só aos seus eleitores, mas também a toda a população brasileira.
Não adianta alguns órgãos de imprensa forçarem a situação, aventando hipóteses que claramente não se consolidarão. A população brasileira tomou conhecimento dos fatos gravíssimos ocorridos nos governos petistas, e desvendados com o mensalão e o petrolão, daí ter decidido não repetir a dose.
Então, tentar envolver os mais humildes, os nordestinos e os incautos se torna tarefa ingrata e fadada ao fracasso. Cifras de milhões e bilhões de recursos desviados já são do conhecimento público, e a fala de autoritarismo que tentam colar em Bolsonaro nada mudará.
Vi se intensificarem nos últimos dias, um virulento ataque ao candidato Jair Bolsonaro, classificando-o de autoritário e que sua eleição seria um verdadeiro atentado à democracia.
Mas, acompanhem comigo: de quem parte tal colocação? De quem apóia as atrocidades na Venezuela e que quer implantar no Brasil o mesmo tipo de governo? De quem apóiam nas diferentes partes do mundo, regimes totalitários de esquerda, e sonham com o mesmo regime aqui?
Vi e ouvi também dizerem que Bolsonaro estaria desrespeitando a Justiça eleitoral ao levantar a hipótese de fraude nas urnas eletrônicas. Quem diz isso? Quem propõe subir a rampa do Planalto com Lula a tiracolo? Quem é que está a desacatar a Justiça, Bolsonaro ou quem propõe subir a rampa com quem a Justiça mandou para a cadeia, por roubar desavergonhadamente o povo brasileiro?
Se, almejamos um país que respeite seus filhos, que garanta ordem e respeito em nossa sociedade, que defenda a estrutura familiar e almeje dias melhores para o nosso povo, com a volta do desenvolvimento e, principalmente, com um basta à corrupção desenfreada, só há um caminho, só há uma solução, e ela está em nossas mãos.
O dia é hoje. Vamos afastar de nosso país as nuvens negras que pairam em nosso horizonte, de governos descompromissados com o povo, mas que continua a utilizá-lo como simples massa de manobra, distribuindo-lhe agrados e pequenas benesses, enquanto sorrateiramente roubam seus sonhos e sua esperança de dias melhores. Chega! Finalmente o dia chegou e o dia é hoje.
BOM DIA BARRETOS.

Compartilhe: