quinta-feira, 20 de junho de 2019

Artigos

100 pessoas participam do Encontro de Formação do Movimento Mães que Oram pelos Filhos

Na tarde de sábado (1º), aproximadamente 100 pessoas participaram do Encontro de Formação do Movimento Mães que Oram pelos Filhos no salão da Paróquia São Luís Gonzaga com a assessoria da coordenadora estadual Silvana Moraes, e de outras duas integrantes da coordenação, GéssicaAlborghetti e Marta Martine.
Além de mães da comunidade que promoveu o evento, participaram mães das paróquias Catedral Divino Espírito Santo, Santuário Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora Aparecida (Minibasílica), São Benedito, Santa Ana e São Joaquim e São João Batista, todas da cidade de Barretos.
Segundo Silvana, que é mãe de três meninas, no Regional Sul 1 (Estado de São Paulo) há 149 grupos do movimento cadastrados. “A arma do nosso trabalho para que eduquemos os nossos filhos na verdade de Deus, porque o mundo está hoje cheio de falsas verdades, é a oração conjunta. A nossa dinâmica é: eu rezo pelo meu filho, você reza para o seu filho e nós rezamos juntas pelos filhos de todas nós. Rezar a gente sempre rezou, mas este Movimento dá a oportunidade de nos unirmos e uma rezar também pela outra, porque muitas vezes eu posso estar desanimada, abatida, e tem outra mãe que está lá rezando. Nós deixamos de olhar só para a nossa casa, passamos a rezar pelos filhos do mundo inteiro”, disse a coordenadora estadual durante a apresentação do trabalho que é realizado.
O carisma do Movimento é restaurar famílias pelo poder da oração das mães, e se baseia no tripé obediência, humildade e unidade: na obediência à Palavra de Deus, à Igreja e à metodologia proposta; na humildade de saber que o Movimento não é mais e nem menos, mas que se coloca a serviço da Igreja; e na unidade com a Igreja, com os outros movimentos, com os outros grupos de mães e com o próprio Movimento.
Nos encontros as mães rezam o Terço, têm um momento de formação e depois oracional que é feito com a partilha da Palavra, no modelo da Lectio Divina (Leitura Orante da Palavra), no período de uma hora ou uma hora e meia. Mulheres que não são mães, mas que desejam rezar pelos sobrinhos e afilhados, também são bem-vindas aos encontros do movimento.
Na diocese, além da Paróquia São Luís Gonzaga, mães da Paróquia São José de Morro Agudo manifestaram o desejo de formar um grupo.
O grupo na Paróquia São Luís Gonzaga se reunirá às quintas-feiras, a partir do dia 13, às 19h30, na capelinha de São Luís, junto ao salão paroquial.

Compartilhe: